Amado(a) companheiro(a) de visão redentiva da Pátria,

Graça e paz lhe sejam multiplicadas!

Depois de anos engajados na Força Aérea da intercessão por um Brasil transformado, em todas as áreas, chegou a hora do engajamento na Infantaria. A Força Aérea tem o papel de remover obstáculos, enquanto é pela Infantaria que se conquista o território.

Uma das esferas da nação a ser transformada, é a política. “Feliz a nação cujo Deus é Yahweh.” Para que o senhorio de Deus se manifeste, naturalmente precisamos de leis nacionais e políticas públicas que reflitam os valores do Reino. Deus governa a nação através dos seus governantes. Deus estabelece os valores do Seu reino numa nação através de seus legisladores. Isso só se torna possível quando os governantes e legisladores estão aliançados com Deus e vivem de fato os valores do Reino de Deus em suas vidas pessoais. A nação é feita de pessoas e o que elas são é que determina que tipo de valores serão evidenciados.

Temos visto, assombrados, como através de novas leis e políticas públicas, nos últimos anos e dias, nossos mais sagrados valores estão sendo destruídos. A família e a vida estão sob constante ameaça. Já foi aprovada uma lei que permite o divórcio e um novo casamento no mesmo dia. Se algo não for feito, em poucos anos muitas formas de pecado será legal e estaremos cada vez mais longe de uma nação cristã.

Podemos mudar esta situação? Sim. Sendo uma democracia todos temos o direito e dever de agir, pelo voto, a fim de colocar no executivo e no legislativo homens e mulheres que sejam canais de bênção para toda a nação. “O Temor de Yahweh é o princípio da sabedoria.” Ainda que pareça uma utopia, daremos tudo para ver homens e mulheres tementes a Deus como nossos governantes, legisladores e juízes.

É tempo de renovação do Presidente da República, do Congresso Nacional, dos Governadores de Estado e das Câmaras Estaduais. Que oportunidade de ouro para dependermos de Deus na escolha dos melhores candidatos para esses postos de serviço.

UM PROJETO PARA A NAÇÃO

Quando Deus me chamou de volta ao Brasil, após servir por treze anos, como missionária dos batistas brasileiros em Moçambique, seguidos de cerca de dois anos na África do Sul, foi com uma visão de redenção nacional. Um peso de intercessão pela Pátria desceu sobre mim e, em obediência a um comando, começamos em Recife a treinar os “Guerreiros de Oração.” Demos início aos encontros de intercessão pela cura do Brasil.  De primeiro de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 1999, cerca de 10.000 “guerreiros de oração” cumpriram sete anos ininterruptos de jejum e oração, em rodízio, cada um dando um dia por semana, proclamando a promessa de Joel 2:24,26.

Em 1989, ao terminar um encontro de “Guerreiros,” tive uma forte experiência. Havíamos orado pelas eleições daquele ano. Ia me ajoelhando para a oração final, quando recebi uma clara palavra em meu espírito: “Tira os olhos dos candidatos. Nenhum deles é meu escolhido. A redenção do Brasil virá pela Igreja.” Tive uma visão espiritual de um mover de Deus na nação que traria um grande crescimento da Igreja e um crescente número de servos Seus ocupando os postos de comando na nação, em todas as esferas. A saber, política, cultural, educacional, econômica, etc. Dirigentes movidos por valores cristãos no exercício de suas funções.

Aquela experiência nos levou a intensificar a oração pelos políticos e para que pessoas tementes a Deus se levantassem nessa área. Passamos a orar por um Presidente da República nascido de novo e um Congresso Nacional influenciado por parlamentares com vozes proféticas. ALI COLOQUEI DIANTE DE MIM O PRIMEIRO PRESIDENTE CHEIO DO ESPÍRITO A GOVERNR ESTA NAÇÃO como alvo de intercessão, pela convicção de que quando alguém assim governa, a nação é abençoada (2 Samuel 23:1-4; Provérbios 29:2; Salmo 33:12; 111:10).

Em 2001 recebi uma nova palavra em oração: “Antes que surja um Presidente evangélico o PT governará…” Em 2002 fui tomada da convicção de que chegara a vez do PT e Lula seria eleito. Foi um ano em que fui aos quatro pontos extremos da nação, do Caburaí ao Chuí e do Monte Moa ao Cabo Branco, chorando seus pecados e pedindo perdão a Deus por eles, proclamando que a nação lhe pertence por direito de criação e de redenção. Também comecei um jejum de três anos por Brasília (comia somente alimentos crus). No mesmo período o Pai falou-me para investir em Brasília e que a redenção do Brasil passa por Brasília. Segui o chamado “roteiro místico de Brasília,” passando por diversas sedes de organizações das trevas, intercedendo pela nação e proclamando o senhorio de Cristo. Começamos também a declarar que Brasília não mais será conhecida como “capital da nova era e do misticismo,” mas como Capital da Adoração.

No dia 22 de dezembro daquele ano o teto do salão que havíamos alugado para as reuniões da Igreja caiu e três pessoas morreram. Enfrentamos níveis de guerra espiritual inimagináveis, mas resistimos, fortalecendo-nos em Deus, em jejuns e oração. Parecia que os céus de Brasília resistiam à minha presença. Finalmente, em setembro de 2008, no Monte Carmelo, em Israel, recebi uma palavra do Senhor: “Em 2009 planta-te em Brasília. Não viajarás. Concentra-te em Brasília.” Foi o que fiz, e desta vez devotei-me a estabelecer turnos de adoração, cobrindo o maior número de horas possível, dia e noite, em pura adoração e proclamações das promessas de Deus sobre a nação. Chamei a isto “Ministério Sala do Trono.” Certo dia disse, de passagem: “Pai, disseste que antes que viesse um Presidente evangélico o PT governaria. Não vejo um servo teu no cenário político com perfil de presidente. O PT continuará no poder?” Não recebi qualquer impressão em meu espírito e deixei o assunto de lado.

Um dia, ao abrir o computador, vi a manchete do convite do PV à Senadora Marina Silva para uma conversa com vistas a um possível futuro lançamento de seu nome à candidatura presidencial. Naquele momento, foi como se um filme passasse diante de mim e, tomada de surpresa, bradei: “É ela, Pai?” Pensando nos paradoxos, disse: “Isso parece coisa Tua!” Isto é, escolher “as coisas que não são para confundir as que são.” Ali recebi em meu coração uma forte responsabilidade de sustentar esta causa em oração e prontifiquei-me a ser sua intercessora pessoal, convicta de que Deus a tem preparado para um tempo como este.

MEU CONHECIMENTO DE MARINA SILVA

Orava pela Senadora como o fazia por todos os políticos, mas meu primeiro encontro pessoal com ela foi no dia 25 de agosto de 2002, quando coincidiu que seu assento num vôo de Brasília a São Paulo fosse ao meu lado. Compartilhei o que o Pai me falara em relação às eleições daquele ano. Apreciei vê-la com sua Bíblia e tive o gozo de constatar que de fato era uma cristã nascida de novo. Convertera-se em 1997.

Lula tornou-se presidente, como era minha convicção. A Senadora foi convidada a assumir o Ministério do Meio Ambiente. Antes da posse buscou-me para que eu orasse com ela. A partir de então, meu respeito, confiança e admiração por ela foram crescendo. Em diversas ocasiões ouvi sua voz ao telefone pedindo-me, não apenas que orasse por ela, mas com ela, diante dos desafios do Ministério, o que sempre fiz com alegria, desejando que todos os nossos dirigentes tivessem a mesma dependência de Deus. A identificação do seu perfil de verdadeira mulher de Deus, dependente do Seu auxílio no exercício de suas funções, alegrou meu coração, pois tenho, ao longo dos anos, orado e jejuado por novos governantes marcados pelo temor a Deus.

No último ano do primeiro mandato do Presidente Lula, participei de um encontro dele com lideranças evangélicas. Após o mesmo, tive a oportunidade de orar por ele em seu gabinete. Enquanto orava, o Espírito falou-me: “Carrega o Presidente nos ombros pela intercessão. Ele continuará na presidência.” Saí dali com um peso de responsabilidade de sustentá-lo em oração. Todavia entendia que aquele encargo não era meramente pela pessoa de Lula, mas pelo Presidente, o ofício. Tinha a ver com a função, fosse quem fosse.

Observando os acontecimentos que antecederam a transformação de comunidades inteiras e até nações, encontra-se algo em comum: o governante máximo fez uma aliança com Deus, representando a nação. Portanto, venho clamando pelo dia em que o Planalto seja ocupado por alguém verdadeiramente habitado pelo Espírito Santo e sensível à Sua voz.

Diante dessas experiências narradas em síntese, e outras, venho acompanhando, desde o início, todo o processo político que envolve a Senadora Marina Silva, agora  candidata à Presidência da República, orando por ela todo o tempo e com ela em diversas ocasiões. Desde o primeiro momento tive a percepção de que entrávamos numa batalha sem precedentes, de que nunca estivemos tão perto do cumprimento de um sonho, mas de que tínhamos de reunir todas as forças, determinação e trabalho em duas direções: Oração e mobilização.

QUEM É MARINA SILVA

Para mim, Marina é uma filha de Deus de caráter irrepreensível.  Sua vida de oração é um exemplo a ser seguido. Sua dependência de Deus e determinação de buscar a vontade do Pai é uma constante em todas as suas decisões. Sua vida de mulher pública é sem mancha. A prática dos valores cristãos e as marcas do caráter de Cristo em seu caráter são evidenciados em tudo quando diz e faz. Sua competência política e administrativa, incontestável. Sua visão de futuro e capacidade de apresentar propostas de projetos de um Brasil digno de sua vocação, evidente. Seu prestígio nacional e internacional manifesta o reconhecimento do seu valor moral, ético e político. Sabendo que “o temor de Yahweh é o princípio da sabedoria,” e que “bem-aventurada é a nação cujo Deus é Yahweh,” sonhar com alguém com esse perfil na Presidência da República, nunca esteve tão próximo da real possibilidade.

Que unidos, devotando-nos à oração e ao trabalho, possamos ver juntos a primeira mulher e crente cheia do Espírito Santo como Presidente do Brasil.

Invocando sobre sua vida o melhor do coração do Pai,

Por um Brasil transformado em nossa geração,

Valnice Milhomens

6 Responses to “A redenção do Brasil”


  1. 1 rosana setembro 15, 2010 às 5:29 pm

    gostaria de saber mais noticias sobre a valnice ,eu a assistia na tv a muito tempo ,fiquei muito feliz de reencontra~la com a marina

  2. 2 miria santos setembro 24, 2010 às 9:35 pm

    a paz Ap Valnici cresci ouvindo inhas tias comentando sobre os programas da senhora , ouvindo boms exemplos seus de mulher de Deus ,bom so gostaria de saber masi sobre seu ministerio te respeito muito ,,A paz no nosso senhor beijos

    • 3 César Alexandre outubro 1, 2010 às 2:30 am

      Querida Mirian,
      Que a paz do Senhor Jesus esteja na sua casa, nos familiares e no seu ministério.

      A Apostola Valnice Milhomens, é a presidente da Igreja Nacional do Senhor Jesus (www.insejec.com.br, cuja séde nacional fica na cidade de Brasília, na cidade satélite de Vicente Pires, distrito de Taguatinga.

      A igreja trabalha em células, teve sua fundação no ano de 1995, e para a Glória de Deus, suas congregações e regionais já se encontram em todas as capitais do Brasil, algumas cidades do interior, e outros paises.

      Para maiores informações, acesse o site da INSEJEC.

      Que o Senhor te abençoe!

  3. 4 Shirley setembro 28, 2010 às 5:34 pm

    Estou repassando a mensagem abaixo para apreciação de V.Sa,
    pois o Pr. Silas anteriormente notificou que iria votar em
    Marina Silva, porém ele mudou de opinião,conforme carta que
    segue……

    Pastor interdenominacional emite carta sobre sua posição política

    Por: Redação Creio

    O pastor, conferencista internacional com programa evangelístico em mais de 120 países, Silas Malafaia divulgou nesta segunda-feira, dia 27, uma carta em que diz votará em José Serra (PSDB).

    Leia a carta na íntegra:

    NÃO VOTO MAIS EM MARINA E DIGO POR QUÊ

    Pior do que o ímpio é um cristão que dissimula. Eu queria entender como uma pessoa que se diz cristã, membro da Assembleia de Deus, afirma que se for eleita presidente do Brasil vai convocar um plebiscito para que o povo decida se aprova ou não o aborto, ou se aprova ou não o uso da maconha.

    Marina precisa aprender com a ex-senadora Heloísa Helena, católica praticante e pertencente a um partido ultrarradical. Heloísa Helena declarou peremptoriamente: “Sou contra o aborto!” Na audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, deu um verdadeiro show, não apenas à luz de questões religiosas, como também científicas. Ela mostrou a desgraça, a mazela, e uma das coisas que mais aborrecem a Deus: a força dos poderosos contra os indefesos.

    Ao propor plebiscito, Marina está “jogando para a torcida”, para ficar bem com os que são contra e com os que são a favor. SAI DE CIMA DO MURO, MINHA IRMÃ! QUE PLEBISCITO COISA NENHUMA! O povo brasileiro não tem todas as informações necessárias para decidir esta questão de maneira isenta. Temos toda a mídia a favor dessa nojeira do aborto. Com certeza vão jogar pesado para influenciar.

    Cultivar uma vida cristã significa ser radical. Radical contra o pecado, contra esse sistema mundano dirigido pelo diabo. Como diz a Bíblia, não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento (Romanos 12.2).

    A palavra de Marina como cristã teria de ser apenas isto: “Sou contra o aborto e a legalização da maconha”. Como faltaram convicção e firmeza em suas declarações, uma vez que o cristão tem de “mostrar a cara” posicionando-se de forma categórica contra o pecado, Marina perdeu meu voto. Já que não tenho tantas opções, votarei em Serra para presidente.

    Infelizmente, Marina não nega suas raízes petistas.

    Silas Malafaia

    Pastor

  4. 5 jadson novembro 22, 2010 às 7:04 am

    ola´Graça e Paz, eu estava lendo a carta que a apostula escreveu, bom a marina pode ser a escolhida de Deus para Governar a Nação, mas não no PV, pois o Pv apoia varias questões polemicas que são
    contra a palavra de Deus, O próprio aborto e casamento Gay, legalização da maconha… isso esta no site do http://WWW.PV.ORG.BR
    em (estatuto)o programa de governo deles vai contra a palavra de Deus… Vejam o

    artigo 7 – Reprodução Humana e Cidadania Feminina
    G) legalização da interrupção voluntária da gravidez com um esforço permanente para redução cada vez maior da sua prática através de uma campanha educativa de mulheres e homens para evitar a gravidez indesejada.

    ARTIGO: 3. ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA DAS DROGAS;O PV propõe
    a) uma nova Lei de Entorpecentes, legalizando o uso da Canabis Sativa para fins industriais, médicos e pessoais, descriminalizando o uso de drogas, que passa a ser encarado, em situações de dependência de drogas pesadas, como um problema de saúde e não de repressão e prisão;

    e) a descriminalização de atividades como os jogos de azar e o jogo do bicho, cuja ilegalidade, além de inócua, termina por estimular crimes muito mais graves como a corrupção passiva e a extorsão policial;

    ARTIGO: 4 – Cultura e Comunicação;
    i) defender a liberdade sexual, no direito do cidadão dispor do seu próprio corpo e na noção de que qualquer maneira de amor é valida e respeitável;O PV propõe

  5. 6 JADSON outubro 22, 2011 às 3:23 pm

    PAZ….CULTO ONLINE NAS IGREJAS SERIA BOM APOSTULA..SENDO Q A PALAVRA BROTARIA DA CAPITAL PARA TODA A NACAO…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Valnice Milhomens

Agenda

julho 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

@ValniceAp

Atualizações Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Blog Stats

  • 72,979 hits

%d blogueiros gostam disto: